Reunião Apepi – Janeiro de 2018

A Apepi se reuniu no sábado, 13 de Janeiro de 2018, em reunião no centro do Rio de Janeiro,  mantendo o que foi combinado previamente de termos reuniões todo segunda sexta ou sábado de cada mês, revezando os dias. Nessa reunião conversamos sobre o planejamento de 2018. segue abaixo um resumo da Pauta:

Ata Reuniao Apepi 13/01/2018

Presentes
Margarete Brito – Mae Sofia
Marcos – pai Sofia
Patricia – avo Maria luzia
Luciana Barbosa – antropóloga
Joao – Jornalista hempadao
Romario – mestrando antropólogo UFRJ
Marcia – sua Irma tem 40 anos e tem crises convulsivas desde os dois
Veronica – Mae da Ana Clara

• Apresentação dos presentes

• Marcos falou sobre a importância de construir espaços de participação com as reuniões fixas.
• Guete reforçou a questão, explicando que a participação dos membros da apepi ainda e pequena, o que se justifica também pela dificuldade das mães de crianças não encontrar tempo para uma participação mais ativa.
• Pra modificar isso, em 2018 ocorrerão reuniões mensais, no intuito de incentivar a construção de diálogos e atividades
• Proposta da Guete e do Marcos de que a associação não seja tão focada na figura dos dois. Importância de que os membros se empoderem da associação.
• Organizar a associação em células autônomas para organizar o curso de cultivo, o papo especial e etc…

Planejamento para o semestre:

• Financiamento coletivo Recorrente
• Duas oficinas de cultivo (a primeira em março)
• Papo especial
• Evento no museu do amanha em abril: discutir se aceitaríamos o financiamento por parte da industria canabica?
Discussão sobre o financiamento do evento no museu:
João: pedir apoio de associações e conselhos acadêmicos e de pesquisa
Ninguém se posicionou contra a participação de empresas no financiamento devido a dificuldade de encontrar outros meios.• Marcha da Maconha em maio: ala medicinal – Pauta para próxima reunião
• Sugestão de possibilidade, a partir do momento que tiver verba, de pagar um salário para membros da Apepi (cultivador para fazer visitas, por exemplo)
• Financiamento coletivo Catarse – final de fevereiro – primeiro financiamento recorrente da plataforma
• Cobrar uma taxa para o curso de cultivo? (sugestão de 50 reais). Quem não puder pagar pode informar e se isentar. Quem fizer parte do financiamento recorrente não paga os cursos.
• Encaminhamento: Alguns familiares estão com muitas mudas de Harley tsu. Algumas crianças ja recebem o óleo. Pensar em quais critérios serão usados para selecionar outros usuários para doação, com o aumento da colheita.

 

 

Os comentários estão desabilitados.

EnglishPortugueseSpanish