Reunião Apepi Agosto de 2018

Reunião Mensal 10 de agosto de 2018

Foi feito os informes das atividades que iam acontecer, o” Papo especial” no dia 11/08 e o curso de cultivo, no di01/09. Também foi informada sobre consultas a preços “populares” no Pró-Cardíaco, a partir de setembro. Luciana também fez o relato sobre o evento na FIOCRUZ. Por fim  Margarete e Marcos contaram um pouco sobre como está o cultivo doméstico autorizado que tem sido ampliado, no intuito de aumentar a possibilidade de fornecimento.

A reunião foi iniciada com uma conversa sobre os óleos, dosagens e efeitos. A fim de tirar as dúvidas de algumas mães e trocar informações sobre os usos entre os presentes. A conversa também contemplou os medicamentos alopáticos e seus efeitos. Algumas mães relataram o uso combinado de óleos artesanais e importados. Um pai presente também relatou o desmame de alguns medicamentos pelo seu filho.

Foi  definido o Ato público na lagoa, no dia 16 de setembro, 10hs da manhã (de 10 as 13), com o objetivo de divulgar a luta. A ideia é organizar atividades para as famílias e crianças como contação de histórias, música, piquenique. Divulgar a APEPI levando faixas, o banner, balões, panfletos e conversas. Haverá microfone e caixa de som para que os participantes façam pequenas falas e relatos, inclusive as mães, parentes e pacientes que estão usando o remédio a base de cannabis.

E ainda a Margarete informou conseguiu um auditório na Cândido Mendes. Discutimos o que faremos nesse dia, mas não foi definido, e Foi debatida a ideia de fazer uma mesa com candidatos para o próximo pleito. Luciana disse que tentaram organizar um evento assim na FIOCRUZ, mas que tiveram problemas com a legalidade desse tipo de evento. Andrew falou sobre o trabalho da plataforma brasileira de drogas, que está mapeando os políticos que atuam na política de drogas.

Leia a ata na íntegra

 

 

 

 

Os comentários estão desabilitados.

EnglishPortugueseSpanish