Ações

A APEPI desenvolve diversas ações, como se pode ver abaixo: 

apapei - Dia nacional da maconha medicinal

Acolhimento das famílias
Coordena reuniões mensais de familiares e pacientes,unindo pessoas com situações semelhantes que estão fazendo uso medicinal ou não da maconha. São realizadas algumas dinâmicas, que possibilitam as famílias a expor seus casos, desabafarem suas angústias e perceberem que não estão sós. O objetivo é melhorar a qualidade de vida dessas pessoas, já que geralmente essas doenças desestruturam toda a família.

Apoio ao acesso dos medicamentos, pelos pacientes/família, de acordo com a legislação atual.
Além da ajuda mútua entre o próprio grupo de pacientes, a Apepi atua como facilitadora entre os pacientes e a Anvisa no processo de importação do medicamento, seja com informações necessárias sobre a documentação e os procedimentos, seja para recorrem à justiça para o custeio do trtamento. Além de algumas informações gerais sobre a cannabis  e indicações de médicos que possam orientar a necessidade ou não do medicamento.

Debates, palestras e eventos em Instituições de Pesquisa e de medicina
São realizados alguns debates e palestras em instituições públicas e privadas. A ideia é intensificar e avançar no tema com o objetivo de divulgar  informações e estimular atuais e futuros pesquisadores.

Debates, palestras e eventos com a sociedade em geral
Realizados eventos como na Escola de Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (EMERJ),  mais voltado para á aérea jurídica e participação e apoio á Audiência pública na Alerj.

Articular e apoiar iniciativas de produção de medicamentos à base de cannabis
A APEPI articula junto à instituições públicas, como a Fiocruz,  com a finalidade de avançar em testes clínicos para que seja possível a produção de um produto nacional pela Far-Manguinhos e a distribuição pelo SUS .

Articular Redes e ações conjuntas com associações e instituições pró – Cannabis medicinal
A APEPI  trabalha e articula com profissionais de outras instituções públicas e ONGs, tais como: O instituto Estadual do Cérebro,  A Fiocruz, a AbraCannabis, a Liga Canábica, da Paraíba, além de conversas preliminares com a fundação Daya e a Fundação Mamá cultiva do Chile.

Presença na internet e mídias sociais
A utilização de canais na internet como facebook e site são fundamentais para divulgação de informações, ações, mobilização e articulação. A APEPI já conta com um pequeno site e uma página bem dinâmica no facebook.

Mapeamento das Iniciativas brasileiras e das Organizações e associações de pacientes de Cannabis medicinal
A Apepi tem o projeto para mapear as diversas organizações, associações, instituições e até empresas estão envolvidas no tema da cannabis medicinal. Conhecer quem são, seus objetivos e suas ações, fazendo um mapeamento dessas instituições, conhecendo mais a fundo algumas experiências, trocando informações, articulando e fazendo parcerias estratégicas, são ações importantes para reverberar  e fortalecer o movimento e a luta.