A APEPI

O que é a APEPI

A APEPI – Associação de Apoio à Pesquisa e Pacientes de Cannabis Medicinal é a união de famílias de pacientes que, sem resposta aos tratamentos convencionais, usam cannabis para fins medicinais.

Tal união, coordenada por Margarete Santos de Brito, deu origem a esta instituição sem fins lucrativos, que atua no Estado do Rio de Janeiro em busca de pesquisa e acesso justo e democrático a essa via terapêutica.

Inicialmente composta por famílias de pacientes com epilepsia de difícil controle, a APEPI hoje trabalha com foco em uma Política Nacional em prol da Cannabis para fins medicinais, para que se torne realidade o fácil acesso a fim de  amparar indivíduos de diferentes patologias.

O Momento

Nesse momento, com a grande divulgação na mídia sobre os resultados positivos apresentados em diversas patologias, tornou-se urgente, dividirmos as experiências de uso e acesso dessas substâncias com as famílias de pessoas de todas as doenças que podem e devem ter o direito ao auto-cultivo, o direito de cultivo por associações e/ou cooperativas, além do debate acerca do dever da implementação pelo Estado de uma política nacional de cannabis para fins medicinais no Brasil.

 

Como surgiu a APEPI

No Rio de Janeiro formou-se um grupo de mães de crianças e jovens com epilepsia refratária aos tratamentos convencionais, que se reunia periodicamente. Em meados de 2014 o número de mães que viam na cannabis um alívio para o sofrimento de seus filhos aumentava constantemente.

Diante da proibição do uso de maconha para fins medicinais no Brasil, ficou claro às mães, médicos e advogados que participavam das reuniões, que seria necessária a criação de uma Associação para lutar pelo acesso a esta via terapêutica. Assim surgiu a Associação de Pais de Pessoas com Epilepsia Refratária, hoje registrada sob o nome de APEPI – Associação de Apoio à Pesquisa e Pacientes de Cannabis Medicinal.

Conheça mais desta história no documentário Ilegal – A Vida não Espera. Direção: Raphael Erichsen e Tarso Araújo. Disponível no Net Now.

 

EnglishPortugueseSpanish